Um Empréstimo pessoal. Um Cartão De Crédito. Eu quero?

Fazer um empréstimo pessoal. Ter um cartão de crédito. Todos querem isso! Também, nós estamos sobrecarregados dia a dia com os caprichos da vida e da exposição ao consumo constantemente e com os empréstimos pessoais e financiamentos simplesmente adicionam um pouco mais de satisfação, nem que seja momentânea.
Um Empréstimo pessoal. Um Cartão De Crédito.

Lembre-se, quanto menos você tem, mais vai quer conseguir ou ter e … os cartões de crédito são como aquele pernilongo que fica zunindo no quarto ou na sala pra lá e para cá … você pode até mantê-los longe por um tempo, mas o fato é que mais cedo ou mais tarde eles vão voltar e sem você perceber ele vai chupar o seu sangue.

Temos que entender que o fator principal não é pedir um empréstimo pessoal, e sim fazer com que uma pessoa saiba se ela precisa mesmo. Considere se realmente é necessário um empréstimo. Percebemos hoje em dia que as pessoas tomam empréstimos apenas para satisfazer seus caprichos e fantasias pessoais.

Eu vejo o meu vizinho com um carro novo ou qualquer coisa que eu não tenha, eu quero isso também. Ele tem o laptop da Apple mais recente que o meu, eu quero também. As pessoas não consideram seu poder de compra, mas apenas consideram fazer a compra, mesmo se tiver que tomar um empréstimo pessoal.

Como tomar as seguintes decisões de crédito?

O Planejamento financeiro: ele nos ajuda a tomar essas decisões acertadas. O empréstimo pessoal é basicamente uma dívida adquirida pelo mutuário a partir de um credor, esse credor é a pessoa que dá o empréstimo. Pode ser um banco, uma empresa de crédito, uma financeira, um agiota fácil ou sites de empréstimo coletivos.

O montante emprestado deverá ser reembolsado juntamente com uma determinada taxa adicional chamada de juros, será pago em parcelas regulares por um determinado período de tempo estipulado no contrato.

As taxas de juros são o maior incentivo para o credor emprestar dinheiro para uma pessoa ou empresa, são chamados de mutuário. Nós todos sabemos que nenhuma instituição de crédito dá qualquer qualquer coisa para ninguém livre de lucros.

O importante é sempre pensar … devo fazer a compra agora? Este produto é realmente necessário para o meu bem-estar? Posso viver sem ele? É uma necessidade para minhas atividades diárias?

Lembrar-se que não devemos tentar andar antes de poder engatinhar, tal atitude faz toda diferença.

Pagamentos do empréstimo pessoal em seu tempo?

Aqui precisamos cuidadosamente inspecionar e responder estas perguntas.

  1. O meu salário justifica a compra deste produto em particular?
  2. Eu sou uma vítima de compra compulsiva?

Se você acha que ninguém se importa se você está vivo, tente deixar para trás duas parcelas de empréstimos ou de seus pagamentos rotineiros como conta de água, conta de luz e telefone para descobrir.

Tenha um plano de emergência para salvar esses pagamentos em caso de apuros ou desemprego?

Se sim, estou sacrificando as melhores fontes de investimento em vez desses pagamentos? Estas são as perguntas que precisamos responder de imediato e sem pensar muito.

Mais uma – estou tomando uma decisão consciente? Para quaisquer perguntas sobre empréstimos e tipos de empréstimos, acesse o site portal do emprestimo para se manter informado e obter uma visão geral do setor de empréstimos e finanças.

Quão rápido posso pagar o empréstimo?

Ninguém gosta de ficar sobrecarregado por causa de despesas e pagamento de créditos, a ideia é que quanto mais rápido ser pago, melhor para o mutuário envolvido. Então, tenha em mente que é preciso considerar o período de tempo, quanto mais confortável e menor, evitará problemas futuros de insolvência.

Lembre-se, um empréstimo pessoal não só sobrecarrega o devedor, mas também a sua família, você não pode comprometer mais do que 30% da sua renda com despesas com créditos bancários, financiamentos e pagamentos de cartão de crédito. Tenha cuidado!

Devo comprar um produto mais barato? Uma pessoa deve sempre pesar a necessidade de comprar um determinado item com um preço menor, quando não, eu realmente preciso deste item em particular. É um luxo ou uma necessidade? Uma vez que se faz as conclusões necessárias depois de pesar os prós e contras, tome uma decisão concreta.

“Ter metade de um pão é melhor do que nenhum pão.”

Não cair para táticas de marketing e truques: uma série de novos produtos, como telefones celulares e aparelhos eletrônicos inteligentes são liberados todos os meses para simplesmente cativar nossa mente.

Não devemos cair em táticas enganosas do mercado e comprar apenas o que precisamos. Não argumente como um idiota, tipo, eu tenho que ter.

Acesse:  Dinheiro de agiota. Por que não usar?

Nunca morda mais do que você pode mastigar

Precisamos seguir uma simples regra de ouro – nunca pedir dinheiro ou gastar mais do que você pode pagar. Pedir empréstimo, pode se tornar um mau hábito e a pessoa acaba em geral solicitando mais do que ela pode reembolsar ao credor.

O hábito do empréstimo é semelhante ao um jogo de cartas ex: uma pessoa está em um estado elevado de euforia e excitação durante um jogo, ela continua jogando até perder todo dinheiro, a partir daí, começa pedir dinheiro emprestado para continuar jogando sem noção da hora de parar.

O pior é que essa atitude pode fazer a pessoa começar desviar dinheiro de necessidades primárias e importantes, podendo até comprometer sua vida financeira de forma irreversível.

Vamos considerar um cenário ainda mais devastador onde uma pessoa tomou um empréstimo com garantia de imóvel ou um empréstimo garantido com veículo.

Ele não será capaz de reembolsar os montantes do empréstimo pessoal, isso pode levar a um despejo de sua própria casa, se ele está em hipoteca ou a busca e apreensão do seu veículo, ou seja, o carro será recuperado pelo banco em caso de inadimplência.

Em caso de equipamentos e maquinários, todo investimento será perdido em caso de inadimplência em um empréstimo para empresa. Percebeu que o não pagamento resulta em uma perda financeira e emocional para o mutuário e pode colocar sua vida e família em total falência?

Então, o que a Serasa e SCPC faz?

  •  A Serasa Experian e o SCPC é uma empresa de informação de crédito que ajuda empresas garantir que operação de crédito e empréstimo pessoal sejam mais rápido e com menos riscos, também ajuda eliminar fraudes no sistema financeiro.
  •  A Serasa Experian e o SPC mantém e coleta registros referentes a reembolsos de empréstimos e pagamentos de contas de cartão de crédito de indivíduos enviados por bancos e outras instituições financeiras mensalmente. Em seguida, atribui pontuação de crédito ao requerente de empréstimo. A operação ajuda avaliar candidatos de empréstimo para bancos e instituições financeiras.
  •  Pontuações de crédito são atribuídas em valores que variam de 100-1000. Bancos geralmente preferem uma classificação acima 650.

Ter pontuação boa é ter crédito na praça!

Em linguagem simples, sim, uma pontuação de crédito próxima aos 900 significa que esses clientes têm maior probabilidade de pagar empréstimos pessoais ou qualquer financiamento com base no seu histórico de reembolsos em operações financeiras passadas.

Como ficar na Zona Segura do crédito?

Assim que acontece a um candidato de empréstimo com uma pontuação de crédito perto de 300 pontos? Esta é uma pergunta que deva atravessar as mentes de todos que fazem solicitação de empréstimos pessoais.

O que pode atrapalhar:

  • Pagamentos financeiros: quando atrasados ​​ou parcelas de empréstimos no passado ou recente significa que você terá uma redução na sua classificação de crédito.
  • Limites de crédito: uma pessoa ao usar um cartão de crédito, ele pode dispor de um montante chamado limite de crédito ou de empréstimo. Quanto mais ela usa o limite, menor a possibilidade de obter mais crédito.
  • Comprometimento da renda: usar uma maior percentagem da renda com empréstimos garantidos, empréstimos para automóveis e empréstimos para habitação significa uma pontuação de crédito mais elevada. Diferente dos empréstimos pessoais sem garantia.
  •  Comedores de crédito: candidatos com muitos pedidos de empréstimo são vistos com mais cautela – porque? O endividamento compulsivo do mutuário indica uma carga de dívida perigosa que pode gerar no futuro a incapacidade de gerenciamento financeiro e de conseguir serviços creditícios adicionais.

Conclusões do empréstimo, crédito e cartão

Cada mês e ano que passo devemos ter conclusões ma resolução sobre o que nós precisamos observar é manter como nosso perfil de crédito e credibilidade, abaixo vamos ver uma pequena base de prioridade.

  • Conheça sua pontuação: Dedique um pouco de tempo e esforço para visualizar e rastrear seu perfil de crédito preferencialmente online. Veja se ele está devidamente atualizado. Se existe alguma pendência ou inadimplência inscrita que você talvez não saiba.
  • Manutenção de saldo em suas contas bancárias: Isso é necessário para o pagamento de contas e dívidas como parte organizacional, isso não ajuda sua pontuação de crédito. Mas é necessário para manter suas contas de consumo, dívida e faturas do cartão de crédito em dia.
  • Consolidar seus contratos de empréstimo: Trazer todos os seus empréstimos em circulação sob um único banco. Ainda não é possível na Brasil.

Reembolse quaisquer empréstimos não garantidos o mais rápido possível. Se possível não tome empréstimos com fiador, isso serve para qualquer tipo de empréstimo, pois isso pode estragar o sua pontuação e rating de crédito.

É essencial planejar com antecedência o que se quer do seu dinheiro.

Na web a ajuda se faz necessária, sites como o emprestimoconsignado.com.br pode ajudá-lo saber mais sobre como tomar as decisões e planejamento financeiro no quesito empréstimo consignado em folha e quanto ao empréstimos pessoais tem dezenas na web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *